terça-feira, 4 de março de 2014

Neil Gaiman - Stardust [Cindy]

Título Original: "Stardust"
Páginas: 172
Coleção: Via Láctea (#16)
ISBN: 9789722331401

Sinopse
Tristran achava Victoria Forester a rapariga mais bonita do mundo, e a sua paixão por ela não conhecia limites. Por isso, quando descobriu que afinal havia um caminho para o coração da sua amada sentiu-se radiante! Tudo o que tinha de fazer era apanhar aquela estrela… Mas a estrela de Tristran caiu no País Mágico, no país onde habitam dragões, grifos, basiliscos, hidras, unicórnios, gnomos, enfim, toda a sorte de criaturas extraordinárias e inimagináveis… Uma enorme parede de pedra separa a aldeia de Wall desse mundo fantástico, mas nada poderá demover Tristran, e é justamente quando dá o primeiro passo no País Mágico que tem início a sua fabulosa aventura! Neil Gaiman, que já foi distinguido com o World Fantasy Award, revela-nos, uma vez mais, o seu inquestionável talento para escrever histórias que nos fazem sonhar…

Opinião
Quando na capa diz "Um Conto de Fadas Fora do Normal", não estão a brincar. Durante todo o livro pareceu-me voltar à infância, onde me presentearam com histórias de bruxas, magia, mundos diferentes, todos elementos muito presentes neste livro (muito do estilo habitual de Neil Gaiman). O autor nunca me desapontou uma vez que todos os livros que escreve me deixam completamente "viciada", nunca consigo parar de ler. É um fantástico contador de histórias e realmente faz a fantasia parecer tão normal que somos capazes de a imaginar no nosso dia-a-dia. Uma coisa que tenho que referir é a sua contradição com o normal. Tanto no livro "Coraline" como "A Estranha Vida de Nobody Owens", os dois livros do autor mais dedicados ao público infantil, somos presenteados com pormenores mais "macabros", enquanto que em "Stardust" é nos apresentado um fantástico "conto de fadas". Agora chegando à história: "Stardust" conta a história de Tristran Thorn (filho bastardo de Dunstan Thorn) que, de modo a ganhar o coração da mulher dos seus sonhos, promete que lhe trará uma estrela cadente que ambos viram, aquando de um piquenique romântico. Para fazê-lo, é obrigado a atravessar o "muro" que divide a sua pacata cidade de "Wall" e o país mágico, muro tal que supostamente só pode ser atravessado de 9 em 9 anos. Mas Tristran não sabe o que esse mundo lhe reserva (aliás, não sabe sequer que é filho de alguém desse outro mundo). No entanto, Tristran não é o único atrás da estrela... Vivendo múltiplas aventuras, Tristran aprende o significado da palavra amor e descobre que muitas vezes, o melhor presente que alguma vez poderia receber é o coração de alguém.
Enganem-se os que pensem que o livro tem alguma coisa a ver com a adaptação cinematográfica que saiu em 2007. Não só a história é completamente diferente (incluindo o fim), como lhe faltam detalhes importantíssimos, sem os quais a história perde um pouco o sentido.
Enfim, já me canso de dizer isto, mas aconselho vivamente qualquer livro deste autor, este não é excepção!
P.S.: Peço desculpa desde já por ter colocado a imagem da edição que saiu após o filme, mas foi a única que encontrei!

1 comentário:

  1. Vamos lá ver o que esta historia vai ser para mim! ;)

    ResponderEliminar